Páginas

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

...♥...

A alegria acompanhada pela tristeza por saber que talvez seja tudo fruto da imaginação é uma das sensações mais estranhas que se tem.Me sinto tão deslocada desse mundo que quando meus sonhos se tornam realidade é impossível acreditar.Fico paralisada,sem saber o que falar,tenho muito medo,medo de meus ouvidos e olhos estarem sendo corrompidos pela imaginação e me fornecerem as imagens e sons errados.Ainda não consigo acreditar na nossa aproximação,é tão mágico a maneira que você me diz "eu te amo",o jeito que nossas mãos se entrelaçam e as palavras ditas nas entrelinhas.A sua respiração descompassada próxima ao meu ouvido,as brincadeiras de criança,o jeito que você me fez acreditar que o amor real  é tão melhor que o de conto de fadas.
Com você as horas passam tão mais rápidas,queria guardar tudo aqui dentro,não esquecer de nenhum segundo ao seu lado.Eu sei que isso tudo é tão piegas,mas com você me sinto como se andasse nas nuvens,e quando perto de cair,tenho suas mãos-não mais inventadas-mas que parecem de ter sido feitas sob medida para segurar as minhas.Você é a minha melodia mais doce e bela,nada de chuvas tempestivas e discussões.Pensei que não fosse me dar tão bem assim,sem essas loucuras,mas quem disse que para ser paixão avassaladora é preciso palavras proferidas sem o menor pudor?
O nosso amor é tão puro,conheces aqueles amores de filmes infantis?Aqueles mesmos que causam risos histéricos,por nós com mais experiência sabermos que é mera ilusão infantil.O nosso se parece com ele.
Precisava tanto dessa calma que você me inspira,de nossas conversas sem pé nem cabeça,pela maneira que cada dia nos apaixonamos mais e mais,não quero acordar nunca mais.
Me parece um sonho,mas não é,é que a realidade é mesmo inacreditável.Era inimaginável um amor desses fora de filmes ou livros,mas com você me sinto segura e sei que nada dito poderá nem ao menos chegar aos dedos-mindinhos,"Eu te amo" é pura sarjeta se comparada ao nosso amor,borboletas no estômago são só um jeito que encontrei para dizer que meu estômago se revira inteiro quando perto de te ver,tudo chega a ser monótono.Historinhas de amor inabalável me soam estúpidas,sei que não seremos felizes para sempre,mas quero ser feliz para sempre contigo,nem que esse para sempre dure apenas um segundo. 

Escrito em 01/10/10.

Ultimamente tenho escrito pouco-na realidade nada-mas é que a vida anda exigindo muito de mim,ainda restam muitos textos guardados e que não quero soltá-los,os acho imundos,não só por não prestarem,mas por mostrarem uma face minha que tenho medo de conhecer e que conheçam.Os minutos estão passando rápido de mais,mas todo santo dia,venho aqui e leio os textos de cada um de vocês,e saibam que mesmo sem comentar,eu os amo.Pretendo organizar esse bendito tempo e que me sobre tempo para escrever e postar,quanto a vida,ahh ela nunca esteve tão boa.Beijoos,meus sonhadores e sonhadoras ;*

Um comentário:

Luiza disse...

nada como estar apaixonada! as palavras ficam belas e doces. muito bonito o seu texto, beijos!