Páginas

domingo, 12 de junho de 2011

Após amores correspondidos


Mas quero voltar a sentir,estou ciente dos riscos e mesmo sendo extremamente medrosa eu os aceito de bom grado.Sei do perigo que é apaixonar-se e o sentimento não ser recíproco.Conheço a dor que um amor mal correspondido causa por não saber se entregar sem medo.Sei também que existem muitos caras por aí que nos querem apenas o corpo e tenho sorte de não ter encontrado alguém com a intenção de tomar-me apenas o corpo descartável e acabar por levar-me toda.Saudade é dor por não saber onde o coração se encontra.Nostalgia é ter o coração empoeirado por pessoas e momentos que não se fazem presentes no nosso dia-a-dia.Testei amores de amigos que me foram os melhores,pois mais que beijos estes abraçavam-me a alma.Não suporto ter a falsa ilusão de ser olhada de viés por alguém e ser apenas mais um flash entre tantos outros rostos vistos em um dia.Quero meu olhar negro,minha risada estranha e meus bicos de raiva marcados em algum coração.Quero-me de volta,com todos os risos escandalosos e choros reprimidos que costumava ser minha rotina.Todos olham-me os sorrisos e se esquecem dos olhos que me revelam toda,que são meu diário aberto.Quero alguém que me olhe os olhos e apenas me abrace,sem uso de palavras que tantas vezes são pseudo-poemas já que poemas verdadeiros não se mentem,se mentidos não se fazem.Sinto falta de sentir-me magra por ter o estômago cheio de borboletas.Quero meu olhar preso noutro olhar,minhas mãos entrelaçadas noutras mãos,meu coração fazendo tum-tum-tum depressa.

2 comentários:

Luiza disse...

Faz falta né guria, esse amor todo. Por mais que doa ou arranque pedaços lentamente. "Sinto falta de sentir-me magra por ter o estômago cheio de borboletas". Que bonito esse texto. Me encontrei nele e o adorei. Beijões pra ti

Michele disse...

Delícias para você neste inverno.
Bjs,
Mih


‘A vida é um tempinho horroroso,
mas cheio de momentos deliciosos.’
(Oscar Wilde)

http://michele-dos-santos.blogspot.com/2011/06/primeiro-dia-do-inverno.html