Páginas

domingo, 17 de abril de 2011

Vai,menina!


Vai menina,anda como quem não espera nada da vida senão ela mesma crua e nua.Ande como se o velho clichê tempo-cura-tudo já tivesse se tornado realidade,viva como se você já tivesse vivido e está a passeio e tem todas as cartas na manga.Vai,solta os cabelos,sai de meias,sorria sem hipocrisia,faça de seu bom-dia a motivação para uma outra pessoa perceber o quanto a vida é linda.Vai,sua vida não é uma novela,o mocinho não vai voltar,te pedir perdão e dizer que te ama.Perceba que na sua história você é mocinha,mocinho e vilão-e isso é maravilhoso.Vai,sei que é lindo acreditar que aquele garoto continua perdidamente apaixonado por você-aliás será que ele já esteve um dia?-mas não faça disso uma jaula.Sei que és nostálgica,mas o presente é tão lindo,perceba como a vida está te sorrindo ultimamente.

Vai,brilha esse sorriso que só você sabe brilhar,beije com a menina dos olhos,fale com a lua e continue a ser essa estrela cadente.Vai,faça um pedido agora.Não há receita milagrosa de que se enviar isso para algumas comunidades seu pedido se realizará.Corra atrás,não peça e continue sentada a esperar  a sorte bater em sua porta.Sorte no jogo,mais sorte ainda no amor.Seja você apenas,e assim meio sem querer,por acidente,sem seguir minhas dicas estrambólicas será a menina da qual apaixono-me a cada dia mais.


Dedicado à menina que aqui escreve.
Que todas vocês sintam-se tomadas por um amor descomunal a si próprias.

Um comentário:

Luiza disse...

Que ótimo que você achou esse amor pra si mesma, dentro de ti. O texto ficou ótimo, adorei. Beijão