Páginas

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Perdida.


Por favor,me deixe sozinha.Não me pergunte o porquê de eu sempre tão alegre,estar triste.Não me faça lembrar da vida,eu quero esquecer,ao menos um segundo.Quero ler um bom livro debaixo de um céu estrelado.Não quero pensar,nem ao menos sentir.Me deixem vagar nesse infinito vazio,porque tenho medo do completo.Medo de sofrer.Eu não tenho amigos,que conclusão triste.Não tenho com quem falar o que sinto,nem ao olhar no espelho vejo uma amiga.Me olhando no espelho,vejo a pior inimiga,a que mais me faz sofrer.Estendo os meus braços e abraço meus joelhos,com a ilusão que estou te abraçando.Tenho medo de me tornar uma pessoa amarga,mas reparei que a felicidade é uma tristeza,não se pode mostrá-la,a inveja acabará com ela.
Quero ser outra pessoa,experimentar outras vidas.Quanto a minha,nunca estive tão perdida.Mas perder-se também é caminho,não é mesmo?Espero que aí esteja o caminho que tenho medo de trilhar,mas que sem saber estarei trilhando.

Escrito em  05/09/10.

4 comentários:

@AlvaroWanna disse...

Eu já quis muito ser outra pessoa há um tempo. Mas aí então percebi que no fundo, tenho uma boa vida. É só parar de pensar tantos nos seus problemas. Logo vai achar bençãos!

Bjs

Ariane Figueira disse...

Não adianta você querer ser outra pessoa, basta ser quem você realmente é lá no fundo. Perdida, pode at´está, mas são fases, e se você quiser mudar-se por fases, no fundo não restará nada e ngm pra ser.
obrigado pela visita, *-*
Bjs.

Joana Loureiro: disse...

está tão lindoo

Tatiane Lemos disse...

ai menina, que lindo!

Sabe que as vezes é preciso mesmo estar sozinha e pensar bem na vida e escolher direitinho o caminho*

Beijos!!