Páginas

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Sobra completa


Não foi  o preencher dentes+língua+saliva,era tu preenchendo cada milímetro quadrado de meu sorriso,não era tu próprio:não éramos eu e você,era a modificação nada dolorosa em nós .Somos indivisíveis desde o momento em que havia o o nosso imenso amor a nos abrigar.Não pense no futuro,sou eu teu presente,és o meu presente:isso basta.Não te amarei para sempre,amo-te agora com gás oxigênio suficiente para o mundo inteiro respirar:é que quando te vejo não me falta oxigênio,és todo o meu mundo e alimenta-me do nosso amor.Não seja precipitado,não devore tudo,vá com calma,porque tudo acaba,alimente-se desse amor aos poucos,vá degustando  e saboreando sem pressa,sem pensar que acabará e está em falta no mercado,ame-me agora,é tudo que lhe peço.E não se desespere quando acabar:tudo acaba,mas lembras que não foste ansioso:amamos-nos adequadamente,sem demasiada fome ou desinteresse.
Mas como te disse:ame a mim agora.Amo-te agora,não pelo fato de somente tu me completar,mas porque  sou toda completa e gosto de sobras,e tu sobras-me tão perfeitamente que acaba por completar o que já estava completo.Não tens face de colírio;és feio de dar dó,mas desde o momento em que te vi meus olhos não haviam o exterior,viam apenas o seu belo interior.Menino,não precisa tentar modificar nada em ti,és cheio de trejeitos,mal-humor matutino e outras frivolidades,mas é  assim que és e não te quero de outra forma se não assim:cheio de si e todo você mesmo.
Lembras de nós como se fosse tu,porque nós é o tu no plural,não há vós,apenas tu que não se olha no espelho,mas olhas para mim e indiretamente te amas.Estou no presente,pois bem,amo-te e agora não falta-me nada,estou em sobra completa.

Um comentário:

Luiza disse...

"Mas como te disse:ame a mim agora.Amo-te agora,não pelo fato de somente tu me completar,mas porque sou toda completa e gosto de sobras,e tu sobras-me tão perfeitamente que acaba por completar o que já estava completo." que bonito guria! estava com saudade dos teus escritos. temos que aproveitar mesmo o agora, o que sentimos nesse momento, sem se preocupar com o depois. e sim, acaba mesmo, por isso não devemos economizar na intensidade pelo tempo que durar. um beijão pra ti.